Os 4 pilares de uma boa liderança

Segundo a Associação Norte Americana de Pequenas Empresas, cerca de 540 mil novas pequenas empresas são abertas todo mês. Enquanto a metade desses novos empreendimentos irá comemorar um aniversário de cinco anos, 70 por cento deles irá fracassar num prazo de 10 anos.

Embora muito tenha sido feito numa economia difícil nos últimos oito anos, o fato é que a maioria das empresas não fracassa por causa de um ambiente de negócios deficiente ou forças complexas do mercado externo. Fracassam por causa da má liderança interna.

Pode parecer assustador, mas é a realidade do negócio. Com mais de meio milhão de novos empreendimentos a cada mês, é lógico que nem todos terão bons líderes, muito menos grandes líderes.

Quando empresários ou CEOs me procuram para pedir conselhos sobre medidas concretas que podem tomar para melhorar suas habilidades de liderança, compartilho com eles esses quatro pilares da liderança:

1. Cuide de seus colaboradores

Seus colaboradores são o ativo mais importante da sua empresa, e o primeiro passo para cuidar deles é pagar um salário justo e fornecer seguro de saúde. Isso confere segurança aos empregados e paz de espírito. Eles serão capazes de se concentrar na empresa e ficar menos estressados com a vida em casa.
Mas não basta apenas um bom salário. Você deve demonstrar preocupação constante com todos que lutam pelo objetivos da empresa. Pode ser simplesmente perguntando aos associados como eles e suas famílias estão ou através de eventos mensais destinados a reforçar a moral da equipe. Colaboradores felizes, seguros e produtivos são um componente-chave para toda história de sucesso.

2. Compartilhe o plano

Como executivo por boa parte da minha vida profissional, entendo que às vezes você não pode contar toda a história para sua equipe porque um anúncio prematuro pode afundar um negócio antes de ele decolar. Mas o segredo deve ser o outlier. Mantenha sua equipe informada de tudo sempre que possível. Dar um panorama geral pode ajudar a inspirar seus colaboradores, bem como permiti-los fazer pequenos ajustes por conta própria para garantir que o percurso mantenha-se estável e os objetivos alcançáveis.

3. Valorize pequenas coisas

Ao longo de nossas vidas, as pessoas nos dizem: “não valorize as pequenas coisas”, e em vez disso preste atenção às coisas grandes, o panorama geral. Preocupe-se apenas com os grandes desafios. O problema é que os grandes desafios raramente se apresentam de repente. Pelo contrário, as grandes coisas começam como pequenas coisas que passaram despercebidas, e que se permitiu deteriorar. As pequenas coisas se nutrem da inatividade e negligência. Descobri que valorizando coisas pequenas, prestando atenção aos detalhes, estaremos melhor preparados para resolver problemas antes que se tornem catástrofes.

4. Mantenha contato

Nunca superestimar o seu conhecimento do que está acontecendo com o seu negócio ou a sua equipe. É bem possível que haja muito mais acontecendo do que você vê. Algumas coisas você precisa saber, outras talvez não, mas prestando atenção, e de forma proativa consultar os seus colaboradores, permanecendo acessível para ao feedback da equipe, você terá pelo menos uma ideia do que precisa saber dentro de sua empresa.

Pode parecer simples, mas não é. Requer trabalho. Mesmo no mais alto nível, um bom CEO é muitas vezes um bom gestor de projeto. Por isso, pode ser difícil lembrar-se de sair da a sua zona de conforto e interagir com sua equipe sobre temas que podem não ter nada a ver com projetos pendentes. Mas não se contente com isso.
Um bom líder não lidera atrás de uma mesa ou um e-mail. Um bom líder toma a dianteira, interagindo com o pessoal, responsabilizando-os, certificando-se que eles saibam que são valorizados, prestando atenção aos detalhes.

É muito árduo, mas quem disse que a liderança era fácil ou sem sacrifício. São ausências em jantares com a família, em fins de semana ocasionais e muito estresse. Mas se você seguir essas dicas, também poderá significar tirar a sua empresa de um universo de estatísticas de fracasso para um grupo menor de empresas de sucesso.

Como você tem liderado a sua empresa? Deixe o seu comentário abaixo, participe da conversa!

Este artigo foi escrito originalmente por Gabriel Bristol no blog entrepreneur e cedido gentilmente aos leitores do Blog do DAEXE

Deixe seu comentário: