Posts

Gestão de Pessoas as Melhores Dicas para Aplicar na sua Empresa

A gestão de pessoas não é uma tarefa nada fácil, não é mesmo? É preciso muito estudo, análise de comportamento, diálogos, avaliação de desempenho, dentre outros.

É uma estratégia importantíssima principalmente para manter os colaboradores engajados e na retenção de talentos. Diante disso, este artigo tem como objetivo transmitir as melhores dicas para gerir a equipe da sua empresa, por isso nos acompanhe e saiba tudo por meio dessa leitura.

O que é Gestão de Pessoas?

Primeiramente, você sabe exatamente o que é uma gestão de pessoas?

Pois bem! Ela é um conjunto de práticas e metodologia aplicadas que visa administrar o comportamento dos colaboradores. Além disso, o desenvolvimento do capital humano dentro das empresas. Dentre suas técnicas principais estão a motivação, retenção e capacitação dos colaboradores tendo como objetivo a busca de melhores desempenhos.

E qual a importância dessa Gestão?

Antes de mais nada, as empresas são formadas por pessoas e estes devem estar motivados e engajados para que a organização evolua. Pois, caso eles estejam desmotivados a empresa pode perder bons funcionários, grandes talentos e ter uma alta rotatividade e nada disso é bom para ninguém.

Dessa forma, a estratégia de gestão de pessoas é importante para possibilidades maiores de crescimento e produtividade para ambas as partes.

Mas para isso é necessário seguir os 5 pilares da gestão de pessoas, sabe quais são eles?

  1. Motivação
  2. Comunicação
  3. Trabalho em equipe
  4. Conhecimento e competência
  5. Treinamento e desenvolvimento.

Leia Também: Como Aferir o Engajamento dos Funcionários – Resolvendo um Problema Impossível

Dicas para Aplicar Gestão de Pessoas na sua Empresa

Desse modo, agora iremos dá algumas dicas para aplicar a gestão de pessoas na sua empresa, por meio dos 5 pilares.

  • Primeiro de tudo, defina as metas e competências de forma alinhada com suas estratégias e planejamento do negócio. Pois assim ficará mais fácil do funcionário entender sua função e como estar trazendo bons resultados.
  • Tenha tempo hábil e disponível para ouvir seus colaboradores, veja como isso é valioso para as duas partes. Além de manter a credibilidade da empresa e demonstra que reconhece o funcionário como parte importante.
  • Estabeleça um fluxo de comunicação, é fundamental que as informações estejam disponíveis de forma clara e objetiva. Além disso, que venha ser acessível para todo e qualquer setor.
  • Crie a cultura do feedback, faça reuniões periódicas para atualizar as práticas de cada departamento, observando falhas, acertos. E buscando novas metas a serem alcançadas.
  • Incentive o trabalho em equipe, isso é essencial para empresa e para os colaboradores. Pois assim, podem compartilhar os objetivos da organização e se auxiliarem durante as demandas, sem falar que cada departamento irá entender melhor o que o outro faz.
  • Proporcione o bem-estar dos funcionários, qualidade de vida é o que mantém equipe satisfeita e engajada perfeitamente. Elabore programas de saúde física e mental, incentive a prática de esportes, boa alimentação, etc.
  • Utilize processo de reconhecimento e recompensa, isso é de extrema importância para que funcionários sejam encorajados a manter a dedicação e o bom trabalho.
  • Trabalhe a retenção de talentos, avalie a potencialidade de cada um, cuide para que mantenham os resultados positivos no negócio.
  • Faça plano de carreira, já que oportunidades internas é mais uma forma de motivação dos colaboradores dentro da empresa. Mas deve-se ter cuidado para não gerar competição.
  • Realize treinamento e capacite equipes por meio de ações que desenvolvam as tarefas diárias e que gerem ainda mais conhecimento. Sendo assim, demonstra preocupação com seu funcionário e ainda oferece melhores ferramentas para execução de suas atividades.
  • Invista em novas tecnologias, com isso irá otimizar as rotinas deixando-a mais dinâmica. Assim também, permitirá que processos de avaliação e aprendizagem fiquem mais eficientes.
  • Comemore conquistas, como por exemplo quando alcançar as metas faça uma confraternização deste momento. Ou quando solucionar um problema sério, isso mantém a equipe engajada e ainda mais motivada.

Veja também: Endomarketing porque importante para as empresas?

Então, como aplicar a gestão de pessoas na empresa?

Certamente, não será do dia para noite que poderá estar aplicando essas e outras formas de gestão de pessoas. Por isso, é necessário que se crie um planejamento nesta área, com todas estratégias e metas estabelecidas e organizadas.

 

Gostou do nosso artigo? Aplique nossas dicas na sua empresa e depois compartilhe nos comentários suas experiências.

 

Rafaela de Souza Batista

Bacharela em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda. Redatora e Produtora de Conteúdo para Web. Ama escrever e criar coisas novas. Uma estudiosa sobre o comportamento do consumidor e as novidades da área do marketing.

CRM o que é e porque implementar?

Já ouviu falar no termo CRM? Sabe o que o significa e a sua importância? Neste artigo estaremos explicando tudo que precisa saber sobre o CRM e ainda como estar implementando na sua empresa.

 

O que é CRM?

Antes de mais nada, CRM é um termo em inglês Customer Relationship Management que  traduzido significa Gestão de Relacionamento com Cliente. Para entender melhor, são conjunto de estratégias de negócios criadas para interação entre cliente e empresa. Que tem como objetivo entender e antecipar as necessidades dos clientes.

Dentro da gestão de relacionamento com o cliente engloba áreas como de organização, marketing, vendas e serviços de atendimento. São utilizados recursos tecnológicos a fim de organizar, automatizar e sincronizar planos de negócios. Para que possa atrair novos clientes, fidelizar os atuais clientes e trazer de volta os antigos.

Dessa forma, os sistemas de CRM são organizados em software, que são capazes de armazenar hábitos, preferências, tendências de consumo e expectativa dos clientes. Com os dados necessários é possível criar uma série de estratégias para agradar seu público-alvo de maneira personalizada.

Porém, obter essas informações não é nada fácil, mas existe algumas formas de conseguir  utilizando ferramentas como e-mail marketing, landing pages e aplicativos.

Adotando a estratégia de CRM é possível adquirir benefícios como: compreender o cliente, fidelizá-los, atrair novos e aumentar a lucratividade.

Sendo assim, segundo uma pesquisa da Salesforce as aplicações de CRM podem ajudar a aumentar as vendas em até 29% , a produtividade de vendas em até 34% e a precisão da previsão de vendas em 42%.

Assim também, ainda em uma outra pesquisa esta da Capterra 47% dos usuários de CRM identificados disseram que seu sistema teve um impacto significativo na retenção de clientes, e uma porcentagem igual diz que seu CRM teve um impacto significativo na satisfação do cliente.

Leia também: Customer Success: Entenda como realizar o sucesso do cliente

Para criar e manter um bom CRM é importantíssimo utilizar três pilares:

  • Pessoas –  Primeiramente, Todas as pessoas que trabalham na organização devem contribuir para que o resultado seja o melhor possível. Criando experiências de compra diferenciada para os clientes. É preciso manter o foco no cliente, estimular a cooperação entre setores.
  • Processos – É preciso deixar os processos alinhados para que toda a organização trabalhe em sinergia, sempre entregando o que foi prometido.
  • Tecnologia – Importante aliada para otimizar os fluxos de trabalho e para facilitar a rotina dos profissionais dentro da empresa. Quando se trata de atendimento ao cliente é imprescindível o uso de e-mail e redes sociais.

 

Passo a passo para sua implementação

Identificação

Primeiro de tudo,  é identificar seu cliente com informações do tipo onde ele mora, suas preferências, necessidades, como prefere que seja a forma de contato, interações com a empresa. Ou seja, procure obter o máximo de informações, mas cuidado para não fazer as mesmas perguntas ou perguntas evasivas.

Diferenciação

Seguidamente, com os dados coletados é hora de diferenciar os clientes. Essa diferenciação deve ser feita entre clientes de maior valor e clientes de maior potencial. Depois disso é buscar como cliente tem interagido, suas sugestões e reclamações, para entender quais são as suas expectativas para o negócio. Essas manifestações que irão orientar as ações.

Incentivo a interação

Depois de conhecer o público é hora de influencia-lo a interagir com a empresa. Personalize brindes, produtos e serviços oferecidos para o consumidor, fazendo com que ele continue interessado em seu negócio.

Personalização

Por fim, com todas essas informações reunidas sobre as necessidades dos seus clientes, agora é personalizar os produtos de acordo com as necessidades de cada um. O importante é fazer que essa experiência seja única para ele. Faça como um ciclo de retroalimentação, para que sejam oferecidos aos clientes benefícios que eles desejam e na hora que ele quiser.

 

Os Tipos de CRM

Operacional

Primordialmente, é a aplicação da tecnologia de informação para melhorar a eficiência do relacionamento entre clientes e a empresa. Estão entre os produtos de CRM operacional as aplicações de automação de força de vendas (SFA), automação de canais de venda (SCA), sistemas de e-commerce e call centers. O operacional prevê a integração de todos os produtos de tecnologia para proporcionar o melhor atendimento ao cliente.

Analítico

Sobretudo permite identificar e acompanhar diferentes tipos de clientes (entre CMV’s, CMP’s e mesmo BZ’s) dentro da carteira de clientes de uma empresa e de posse destas informações. Ainda também, determina qual estratégia seguir para atender as diferentes necessidades dos clientes identificados. Normalmente utiliza recursos de datamining para localizar os padrões de diferenciação entre os clientes.

Colaborativo

É a aplicação da tecnologia de informação que permite a automação e a integração entre todos os pontos de contato do cliente com a empresa. Esses pontos de contato devem estar preparados para interagir com o cliente e disseminar as informações levantadas para os sistemas do CRM Operacional.

Veja mais:A importância da inteligência competitiva para a sua empresa

Áreas de atuação do CRM

Marketing

Nada mais é que cadastrar os clientes, segmentá-los por tipos e ajudar a conhecer seus históricos de interação com a empresa. A partir disso, é possível conhecer melhor os clientes e saber exatamente o que desejam. E assim, poder customizar as ofertas de acordo com os tipos de clientes.

Vendas

A saber, permite analisar o pipeline de vendas, quantas transações entraram e estão fluindo pelo funil de conversão e até fazer previsões de fechamento. Além de gerenciar a força de vendas, direcionar esforços, tomar decisões e ainda, verificar quais etapas da jornada de vendas sua equipe é melhor ou pior.

Atendimento e Pós-vendas

Permite ter um módulo para atendimento de chamadas de suporte ou reclamações e contactar o cliente para pedir feedback.

 

Cases de sucesso – Benefícios do CRM

Alliate Seguros

Eusébio Garcia, sócio da Alliate conta que, “A personalização para o nosso negócio contribui muito para as ações e decisões estratégicas. O prospect percebe que você tem 100% do controle da negociação. Demonstra organização e respeito ao futuro do cliente. Internamente, facilita o dia a dia de nosso time, além de motivá-lo, já que permite melhores resultados”

Grupo PZM

Um dos executivos da marca fala que, “Com a globalização da economia, temos que ser mais eficientes em nossas estratégias. Para isso, devemos ter um controle e acompanhamento mais próximos de nossos prospects. O sistema nos ajuda a acompanhar de perto as necessidades de nossos clientes, possibilitando assim, estratégias de marketing mais adequadas”.

 

Gostou do nosso artigo? Compartilhe nos comentários suas experiências.

 

Rafaela de Souza Batista

Bacharela em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda. Redatora e Produtora de Conteúdo para Web. Ama escrever e criar coisas novas. Uma estudiosa sobre o comportamento do consumidor e as novidades da área do marketing.

A importância do assessor executivo em tempos de crise

Se uma boa gestão já é essencial para uma empresa quando a economia do país vai bem, em um cenário de crise de dimensões globais, com seu efeito dominó nos mercados e cotidiano das empresas, ela se faz ainda mais necessária. Em conjunturas como estas, as organizações contam com seus profissionais em cargos de liderança para tomar decisões assertivas e quebrar o ciclo vicioso da crise que costuma minar a força e o desempenho dos empreendimentos.
Qual é a importância do assessor executivo em tempos de crise? Acompanhe e saiba como esse profissional pode operacionalizar os mesmos processos em uma dinâmica de redução de gastos!

O papel do assessor executivo em tempos de crise

Quando a crise se instaura, os ânimos pessoais e profissionais se abalam. A empresa teme a perda da lucratividade e o funcionário, a de seu emprego.
Uma infinidade de novos desafios surge com tudo isso e é o assessor em tempos de crise quem deve tomar as rédeas da situação para minimizar os impactos da crise no caixa da organização. Dentre as funções que ele já possui, existem algumas que exigem maior atenção e cuidado por parte destes líderes.
Um assessor necessita demitir componentes de sua equipe profissional, gerenciar novas emoções entre estes mesmos membros, reduzir custos e buscar formas alternativas de atrair e de reter clientes. Em suma, esse profissional precisará ter, além dos conhecimentos técnicos e práticos, uma grande inteligência emocional. Afinal, ele deve cuidar da pressão vivenciada e dos novos desafios que surgirão por causa deste cenário econômico pouco favorável.

A importância do assessor executivo para a estratégia da empresa

O assessor, em tempos de crise, é o elo entre o operacional e a alta cúpula de uma empresa. É justamente por transitar nestes dois níveis de uma organização que ele consegue ter uma visão sistêmica sobre o que é e o que não é funcional frente às ações pensadas e praticadas.
Sendo assim, ele precisará desenvolver uma capacidade analítica e crítica frente a este cenário, para ajudar os diretores a reverem estratégias, de forma a adaptá-las ao novo contexto, sem que elas impactem negativamente na operacionalização das tarefas. Portanto, um assessor, em tempos de crise, tem a missão de ajudar a empresa a rever os seus planos e a projetar o futuro com base nas modificações feitas. Assim, será possível passar pela crise sem comprometer tudo aquilo que já foi construído.

O gerenciamento de dados e o assessor executivo em tempos de crise

Em uma empresa, a automatização de informações contribui significativamente para que o gestor seja capaz de visualizar facilmente a performance de sua equipe, a produtividade de cada membro, as metas alcançadas e as que estão por alcançar. Quando este profissional possui softwares de Gestão como aliados, ele tem mais agilidade na tomada de decisão. Assim, é possível reestruturar uma estratégia com bastante eficiência, para que a empresa passe pela crise sem grandes dificuldades.
Portanto, outra importância do gestor que deve ser ressaltada é a de administrar informações para extrair delas novas estratégias. Dessa maneira, os ajustes necessários serão feitos, sem que a performance organizacional seja comprometida. Para que esse profissional seja capaz de vivenciar todas as questões levantadas neste post, ele precisará contar com o apoio do setor de Recursos Humanos e de suas ferramentas para desenvolver um bom trabalho.

Você concorda que, em tempo de crise, se torna ainda mais importante estar assessorado por um profissional com conhecimentos profundos de gestão? Deixe sua opinião aqui embaixo, nos comentários.

* Este artigo pertence originalmente ao blog do Grupo Meta e foi gentilmente cedido para os leitores do DAEXE.

OKR em 5 passos: uma solução para alcançar as metas na sua empresa!

Hoje queremos apresentar para você um conteúdo que pode proporcionar soluções incríveis para os problemas de gestão e planejamento da sua empresa. Se chama OKR, um acrônimo para a expressão em inglês objectives and key results, que traduzida para o português significa objetivos e resultados chave.
O OKR é uma metodologia de gestão de metas que materializa, de forma simples e objetiva, a missão e a visão da empresa. Vista por alguns como uma filosofia de planejamento estratégico, a metodologia funciona como um mecanismo de avaliação de desempenho que proporciona o monitoramento sistemático de resultados e o ajuste periódico das rotas da empresa, sempre que se percebe que uma meta não está progredindo da maneira desejada. Por ser um método que exige o cumprimento de objetivos trimestrais, permite que a empresa esteja em constante reavaliação e planejamento.
Quer saber mais sobre as vantagens deste método inovador? Confira as informações que trazemos abaixo!

OKR em 5 passos

O primeiro passo para a aplicação do método é que a empresa esteja com suas diretrizes bem definidas, através do MVV (Missão, Visão e Valores), pois é a partir destes objetivos macros que serão criados os demais objetivos e metas.

O segundo passo é a definição dos objetivos estratégicos a serem alcançados em um dado período de tempo, que devem estar alinhados ao MVV da empresa. A sugestão é que a sua empresa possua objetivos anuais subdivididos em trimestres. Estes objetivos devem ser ambiciosos (não podem ser muito fáceis de alcançar), mas ao mesmo tempo possíveis, para não desanimar a equipe. Também devem ser simples o suficiente para que os colaboradores compreendam e sintam-se entusiasmados para alcançá-los!

O terceiro passo consiste em interligar os departamentos, equipes e colaboradores ao objetivo maior, em formato cascata. Para cada objetivo, devem ser definidos até 4 resultados mensuráveis, delegando a responsabilidade pelo alcance de cada resultado a colaboradores e departamentos específicos. Também deve ser determinado o prazo de entrega no ato da delegação.

O passo 4 é, na verdade, o estabelecimento do compromisso de que os resultados sejam avaliados, atualizados e compartilhados em equipe semanalmente. Este passo é fundamental para o bom funcionamento do OKR, pois permite um monitoramento sistemático do progresso dos objetivos e resultados, contribuindo para que a equipe esteja engajada e se apoie mutuamente.

Por fim, o passo 5 é a avaliação numérica dos resultados, que deve ocorrer ao final de cada trimestre. Nesta ocasião, cada resultado e cada objetivo receberá uma nota, que pode ser determinada na escala de 0 a 1 ou em porcentagem, por meio da pergunta “Quantos % desta meta conseguimos atingir?”. Para serem satisfatórios, os resultados devem ficar entre 70% e 80%. Se ficarem abaixo, a equipe falhou e necessita progredir mais nos resultados. Se ficarem acima, o OKR era pouco desafiador e precisa ser mais ambicioso no próximo trimestre.

As vantagens da utilização do OKR

Desde a sua formulação, o OKR envolve toda a equipe, gerando uma mobilização em rede que direciona as energias e esforços dos colaboradores para os reais objetivos da empresa. Tais objetivos são traçados de forma compartilhada: 40% deles é proposto pela direção (top down) e 60% é proposto por quem está diretamente envolvido na execução do objetivo e geração do resultado (bottom up). Isto eleva o engajamento da equipe e assegura que o resultado seja viável. Por isto, a metodologia costuma surtir grande efeito na produtividade, entusiasmo e auto estima dos colaboradores, reduzindo problemas de saúde, stress e falta de motivação.
O OKR pode ser aplicado a qualquer instituição, independentemente do tamanho da equipe, e, acredite, pode levar a sua empresa resultados impressionantes. A google é o grande exemplo de validação da metodologia. A partir de uma palestra de John Doerr (gestor de investimento na KPCB) sobre o OKR, o primeiro grupo de profissionais da google, composto de uma equipe de 20 pessoas ainda em seu primeiro ano de empresa, se inspirou a utilizar a filosofia de planejamento estratégico. Hoje a empresa é um referência mundial, com mais de 40 mil colaboradores.

Se você estava confuso sobre como gerir metas e avaliar o desempenho da sua equipe, temos certeza que este conteúdo te foi útil. Comece a implantar hoje mesmo o OKR na sua empresa e depois venha nos contar os resultados! Estamos torcendo por você!